Programa de Tecnologia Educacional (PTE) da Secretaria Municipal de Educação de Mogi das Cruzes
Nossa Missão

Propiciar condições para que alunos, professores e colaboradores da Secretaria Municipal de Educação e a comunidade se apropriem do uso das TICs (Tecnologias da Informação e Comunicação), de modo a atender de forma eficaz às demandas da sociedade atual, por meio de cursos, oficinas, apoio técnico e parcerias com os envolvidos na pesquisa e desenvolvimento de novas soluções que atendam suas necessidades.

Nossa Visão

Propiciar aos alunos da rede municipal de ensino o desenvolvimento pleno de seus diferentes potenciais usando soluções inovadoras de forma colaborativa através de ferramentas da era digital, auxiliando a construção de um ensino de qualidade.

Nossa História

O Programa de Tecnologia Educacional da Secretaria Municipal de Educação de Mogi das Cruzes teve início no ano de 2003. Um grupo de quatro Orientadores de Informática (OIs), antes chamados de “Monitores Técnicos de Informática”, recebeu treinamento básico em técnicas pedagógicas e em seguida, iniciaram o desenvolvimento de material didático para uso nos cursos de informática básica. Ainda neste ano, começou o trabalho com a Unidade Móvel de Informática (UMI).

Em 2004, a equipe cresceu, englobando novas escolas e consolidando a filosofia de trabalho onde se firmava o papel essencial do professor na condução das atividades da Sala de Informática. No mesmo ano, algumas ideias sobre a diversificação das atividades dos Orientadores de Informática começaram a surgir por sugestão do próprio grupo, tais como a criação de sites de algumas escolas, a pesquisa sobre novos programas e a participação em congressos.

Atualmente, a equipe conta com 63 colaboradores, o que propicia o aumento da demanda de atividades e intensifica o trabalho de coleta de indicadores de qualidade.

Atendimento

O Programa de Tecnologia Educacional atende os alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA) das escolas municipais contempladas com salas de informática. Para este atendimento, é fundamental o entrosamento entre os orientadores e os professores, no sentido de que as atividades utilizadas na sala de informática atendam às necessidades complementares do que é realizado em sala de aula, fazendo com que os alunos tenham uma potencialização significativa do aprendizado. Desta maneira, os alunos não têm aulas de informática, mas sim, aulas de português, matemática, ciências naturais e sociais, utilizando o computador como meio pedagógico para facilitar o processo de ensino-aprendizagem, proporcionando ao aluno construir seu conhecimento de forma lúdica e proveitosa.

Projetos e Frentes de Atuação

  • Atividades Educacionais
  • Frente de Distribuição de Software Livre
  • Gestão Documental e Comunicacional
  • Jogo Educacional
  • Orientação e Gestão de Conteúdos para as oficinas de informática das Escolas de Tempo Integral
  • Projetos de Formação em Tecnologia Educacional
  • Sistema de Gerenciamento de Atividades
  • Robótica Educacional


Premiações e destaques

O trabalho dos Orientadores de Informática começou a se destacar em 2007 e teve seu reconhecimento quando foi selecionado pelo Ministério da Educação para compor o Banco de Experiências Inovadoras em Gestão Educacional. Analisado por consultores e especialistas do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a experiência mogiana passou a ser referência para gestores de todo o país.

Em setembro de 2011, o Software de Educação Infantil (SEI), criado pelos Orientadores de Informática, ficou entre os quatro finalistas do Prêmio Internacional Educared 2011, na Modalidade de Laboratório de Ferramentas. Este prêmio tem como objetivo incentivar e apoiar a integração das Tecnologias de Informação e Comunicação no ensino.

Em 2012, o Software de Educação Infantil (SEI) participou novamente do Prêmio Internacional de Inovação Educacional 2012 da Fundação Telefônica, na Categoria I (de 3 a 8 anos), Modalidade B (trabalhos que respondem ao uso pedagógico para realizar tarefas de exercícios e prática a partir de recursos interativos digitais). O SEI foi classificado entre os três melhores projetos da Categoria B, por desenvolver o trabalho de uso pedagógico de exercício e prática em recursos digitais interativos.

O Projeto de Robótica Educacional

O projeto teve início em 2011 na EM “Fujitaro Nagao” por iniciativa da Orientadora de Informática Flávia utilizando, inicialmente, materiais reutilizáveis. Desenvolveu um projeto chamado Corrida para a aprendizagem de matemática, premiado na Sétima Edição do Prêmio Microsoft Educadores Inovadores no ano de 2012, na Categoria Uso Avançado da Tecnologia. Este prêmio reconhece os melhores projetos educacionais que fazem uso da tecnologia, desenvolvidos por educadores de escolas públicas (estaduais, municipais ou federais), particulares e escolas técnicas públicas. A Microsoft Parceiros na Aprendizagem levou os vencedores das categorias destinadas à Educação Básica (escolas públicas) e o vencedor da categoria Escolas Particulares para representarem o Brasil na etapa mundial Microsoft Partners in Learning Global Forum, que foi realizada em Praga, República Checa.

Em 2013, o Projeto de Robótica Educacional foi incluído no planejamento estratégico do Programa de Tecnologia Educacional adotando como padrão a utilização de kits semiestruturados com foco nos alunos de 5os anos. Estes kits foram adquiridos pela Secretaria de Educação ao final de 2014 e foram distribuídos no início de 2015 para 6 Unidades Escolares;

A seleção das escolas para o projeto piloto aconteceu por meio da adesão dos Orientadores de Informática e seus respectivos diretores, a saber: CEMPRE José Limongi Sobrinho (Prof.); EM Almeida (Cel.); EM Antonio Pedro Ribeiro; EM Apparecida Ferreira Cursino (Prof.ª); EM Fujitaro Nagao; EM Jair Rocha Batalha (Prof. Dr.).

Participações em Eventos

2015
  • Olimpíada Brasileira de Robótica: participação das Escolas Municipais “Antonio Pedro Ribeiro” e “Fujitaro Nagao” com 1 equipe cada, ocasião em que os alunos da EM “Fujitaro Nagao” conquistaram o prêmio de melhor desempenho na competição dentre as escolas públicas do Estado de São Paulo.
  • 1º Encontro de Robótica Educacional de Suzano e Região: participação da EM “Antonio Pedro Ribeiro” na organização do evento, no qual obteve destaque no projeto apresentado e conquistou 2 medalhas de prata nas competições.
  • IV Seminário WebCurrículo – PUC SP: participação do CEMPRE José Limongi Sobrinho com apresentação de Relato de Prática do Projeto de Robótica e participação na elaboração de capítulo para um livro sobre tecnologias educacionais da PUC/SP.

2016
  • Olimpíada Brasileira de Robótica: participação das Escolas Municipais “Antonio Pedro Ribeiro” e “Fujitaro Nagao” com 2 equipe cada. A EM “Fujitaro Nagao” classificou suas duas equipes para a Etapa Final da Fase Estadual.
  • First LEGO League: participação das Escolas Municipais “Antonio Pedro Ribeiro” e “Fujitaro Nagao”. A equipe que estava representando a EM Antonio Pedro Ribeiro foi premiada na categoria "Trabalho em Equipe".

Como forma de apresentar os resultados do projeto e disseminá-lo para outras escolas da rede municipal de Mogi das Cruzes, foram realizadas a 1ª Mostra Municipal de Robótica Educacional em 2015 e a 2ª Mostra Municipal de Robótica Educacional em 2016.